[LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Ir em baixo

Re: [LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Mensagem por Raquel M.K.Jackson em Dom Set 18, 2011 5:50 pm

Jordan: Sim.
Dr. Gardner: Com uma ereção.
Jordan: Acho que ficou de pau duro. Como, aos poucos, foi ficando.
Dr. Gardner: E depois?
Jordan: Então, isso foi aos poucos até quando ele ficou excitado e me beijou.
Dr. Gardner: Beijou você onde?
Jordan: Na minha boca. Sabe, ele nunca pôs a língua na minha boca de novo depois que eu disse pra ele para não fazer mais isso.
Dr. Gardner: Qual foi o próximo passo?
Jordan: Vamos ver, acho que o próximo passo foi... eu fiquei de pau duro e ele se esfregou em mim e foi isso.
Dr. Gardner: Você teve uma ereção e ele se esfregou em ... ?
Jordan: E ele teve, ele teve também.
Dr. Gardner: Ok, e onde estava a ereção dele e onde estava sua ereção? Vocês dois tiveram uma ereção.
Jordan: A gente estava em cima um do outro.
Dr. Gardner: Mais alguma coisa?
Jordan: Foi isso; e, depois, aos poucos, para outra coisa. Em alguma hora durante aquela ocasião em que a gente foi para a Flórida.
Dr. Gardner: Quando foram para a Flórida?
Jordan: Não sei. Minha mãe deve saber. [Abril 1993] E, lá, a gente ficou no mesmo quarto.
Dr. Gardner: Onde estava sua mãe?
Jordan: Na mesma suíte, em quarto diferente, com Kelly.
Dr. Gardner: O que aconteceu na Flórida?
Jordan: Aconteceram várias coisas. Uma, ele agarrou minha bunda, enfiou a língua em minha orelha ...
Dr. Gardner: Ele agarrou sua bunda; estava forçando você?
Jordan: Não. Bem, ele estava me beijando e agarrou minha bunda.
Dr. Gardner: Não foi forçado?
Jordan: Mas, ah ... , e depois a terceira coisa foi que ele estava indo pro banheiro para tomar um banho, e ele olhou pra mim antes de fechar

_________________
avatar
Raquel M.K.Jackson
Admin
Admin

Mensagens : 794
Pontos : 1432
Data de inscrição : 09/09/2011
Idade : 23
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário http://mjbestofjoy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Mensagem por Raquel M.K.Jackson em Dom Set 18, 2011 5:51 pm

a porta e disse, "eu gostaria de não ter de fazer isso", e fechou a porta, dando a impressão de que ele gostaria de poder ter liberdade de poder se trocar na minha frente.
Dr. Gardner: Trocar do que para o quê? Estou um pouco confuso. Você disse que ele agarrou sua bunda ...
Jordan: Houve três coisas diferentes.
Dr. Gardner: Ele agarrou sua bunda, pôs a língua em seu ouvido e entrou no banheiro e disse, "eu gostaria de não ter de fazer isso",
Jordan: Depois, ele fechou a porta.
Dr. Gardner: Quanto tempo ele ficou no banheiro?
Jordan: Ele tomou um banho, não sei.
Dr. Gardner: Agora, quando ele disse, "eu gostaria de não ter de fazer isso", ao que estava se referindo?
Jordan: Fechar a porta atrás dele quando tinha de se trocar.
Dr. Gardner: Sendo que a insinuação era de que gostaria de ficar nu na sua frente, é isso o que você está dizendo?
Jordan: Certo. Mas, numa certa hora da viagem, eu disse, "eu não gostei quando você enfiou sua língua na minha orelha e agarrou minha bunda". Mais uma vez, ele começou a chorar e a me fazer sentir culpado, e ficou falando que não havia nada errado com isso, e se referindo aos levitadores e a Tommy. Acho que falou de Tommy e disse que ele não ia se importar que eu fizesse isso pra ele.
Dr. Gardner: Então, qual é o próximo passo?
Jordan: Sabe, ele nunca fez isso de novo também. O próximo passo, a gente voltou para casa, em Los Angeles, e ele 'continuou fazendo as coisas que eu não impedia ele de fazer.
Dr. Gardner: Isso é antes do verão ou durante o verão?
Jordan: Tenho certeza de que foi durante o verão.
Dr. Gardner: O próximo passo?
Jordan: Em Los Angeles, ele continuou com aquelas coisas.
Dr. Gardner: Que coisas?
Jordan: Se esfregar em mim, ficar excitado e me beijar demorado.
Dr. Gardner: E ter uma ereção?
Jordan: Sim.
Dr. Gardner: Então, qual foi o próximo passo?

_________________
avatar
Raquel M.K.Jackson
Admin
Admin

Mensagens : 794
Pontos : 1432
Data de inscrição : 09/09/2011
Idade : 23
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário http://mjbestofjoy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Mensagem por Raquel M.K.Jackson em Dom Set 18, 2011 5:51 pm

Jordan: Então, a gente foi para Mônaco.
Dr. Gardner: Quando vocês foram para Mônaco?
Jordan: Durante o verão, eu acho. Minha mãe ... [no começo de maic de 1993]
Dr. Gardner: E em Mônaco?
Jordan: Em Mônaco, ele e eu, nós dois ficamos resfriados então 8. gente não podia sair da cidade para ver as paisagens, ou tanto fa:, A gente tinha de ficar lá dentro e isso foi bem quando a coisa ruin"'. aconteceu.
Dr. Gardner: O que aconteceu?
Jordan: Não sei. Acho que quando ele me convenceu a tomar um banho com ele ou alguma coisa assim. Sabe, minha mãe e Kelly tinham saído, a gente estaya se divertindo, presos lá dentro com o resfriado, E minha mãe, eu me lembro, ela se ofereceu para ficar e ajudar e tomar conta de nós, e Michael insistiu que nosso resfriado não tinha de atrapalhar em nada e era pra elas se divertirem. Então, a gente ficou sozinho e tomou banho junto. Essa foi a primeira vez que a gente se viu pelado. E durante esse tempo, quando a gente ficou sozinho no quarto e elas estavam fora, ele falou como todos os seus amigos garotos se masturbavam na frente dele.
Dr. Gardner: Ele disse que amigos garotos eram esses?
Jordan: Disse.
Dr. Gardner: Quais os amigos garotos ele disse que o masturbavam?
Jordan; Eles se Masturbavam na frente dele.
Dr. Gardner: Oh, masturbavam-se na frente dele. Ok, quem ele disse que se masturbava na frente dele?
Jordan: Disse Peter Davis, lan Roberts, Tommy Jones, Billy Williams - ele também estava na TV.
Dr. Gardner: Ele também esteve na TV, e disse o quê?
Jordan: Que Michael e eu, a gente dormia mesmo na mesma cama, mas que Michael nunca me tocou.
Dr. Gardner: Ele está mentindo, ou Michael está mentindo?
Jordan: Bem, eu não ... pelo que eu sei, ele não está mentindo. Michael nunca tocou nele, pelo que eu sei. Porém, Michael disse que Billy se masturbava na frente dele.
Dr. Gardner: Então, Billy não disse nada na TV sobre masturbação?

_________________
avatar
Raquel M.K.Jackson
Admin
Admin

Mensagens : 794
Pontos : 1432
Data de inscrição : 09/09/2011
Idade : 23
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário http://mjbestofjoy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Mensagem por Raquel M.K.Jackson em Dom Set 18, 2011 5:52 pm

Jordan: Não. Não. E então, outros carinhas ... Espere, comecei a pen¬sar no nome de um desses carinhas, Sam Thomas.
Dr. Gardner: Quem é ele?
Jordan: Um garoto que foi na turnê Bad com ele. É o nome da turnê antes dessa uma.
Dr. Gardner: Você diz, Turnê Bad ... é esse o nome da turnê?
Jordan: Bad, sim.
Dr. Gardner: Chamaram a turnê de Ruim ...
Jordan: É o nome do álbum dele.
Dr. Gardner: Então, o que mais aconteceu, se é que aconteceu alguma coisa?
Jordan: Então, ele ficou falando como todos aqueles carinhas se masturbavam na frente dele, ele disse que - oh, sabe, conheci Tommy e Billy durante esse tempo, e Peter Davis também. Então, ele ficava dizendo que todos esses carinhas se masturbavam e que a sensação é mesmo boa e, então, uma vez, ele se masturbou na minha frente. Foi a primeira vez.
Dr. Gardner: Ele se masturbou na sua frente?
Jordan: Hum, tipo, ele não me fez observar e coisa e tal enquanto estava na cama se masturbando, e eu, não sei, estava me trocando.
Dr. Gardner: Isso é quando vocês ficaram resfriados em Mônaco?
Jordan: É. Não sei se eu estava de pé no mesmo quarto ou não, mas não foi tipo ele fechou a porta e trancou tudo.
Dr. Gardner: Onde estava ele e onde estava você?
Jordan: Ele estava na cama, no quarto. Eu estava ... eu podia estar me aprontando no banheiro, ou no ... A gente tinha um closet grande e assim quem sabe eu estivesse me vestindo lá.
Dr. Gardner: Mas você o viu?
Jordan: Vi.
Dr. Gardner: Prossiga, a próxima coisa.
Jordan: E então ele continuou assim tipo uma porção de tempo na viagem. E continuava dizendo, "diga quando estiver pronto, e eu vou fazer isso pra você". Porque até então, eu nunca me tinha me masturbado ou coisa assim. E eu nunca dei, nunca, indicação de que estava pronto, tipo, para ser masturbado. E imagino que isso não estava nos

_________________
avatar
Raquel M.K.Jackson
Admin
Admin

Mensagens : 794
Pontos : 1432
Data de inscrição : 09/09/2011
Idade : 23
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário http://mjbestofjoy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Mensagem por Raquel M.K.Jackson em Dom Set 18, 2011 5:53 pm

planos dele, pois um dia, ah, ele esticou a mão e disse, "ok, só me diga como acha disso". E pôs a mão em meu ...
Dr. Gardner: E isso foi em Mônaco?
Jordan: Certo. E ele pôs a mão em cima do meu short e disse, "ora, vai me dizer que não é gostoso ... ?". E esfregou para cima e para baixo. E eu disse, "é".
Dr. Gardner: Ele o masturbou até o orgasmo, até o climax?
Jordan: Bem, então ele disse, "bem, espere, fica melhor ainda", e enfiou a mão dentro do meu short e me masturbou até o fim.
Dr. Gardner: Esse foi o primeiro climax que você teve na vida?
Jordan: Foi. Bem, espere, durante esse verão, eu tive um, como é chamam ... , alguma coisa molhada?
(ps: Pau duro ele fala na boa, agora vem com alguma coisa molhada??? pelo amor!!)
Dr. Gardner: Você quer dizer à noite, enquanto estava dormindo?
Jordan: Sim.
Dr. Gardner: Você quer dizer um sonho molhado.
Jordan: Sim.
Dr. Gardner: Ok, esse foi espontâneo. Você teve orgasmos em seus sonhos molhados?
Jordan: Eu tive um, e foi isso.
Dr. Gardner: Mas foi a mesma sensação?
Jordan: Foi.
Dr. Gardner: Então, o seu primeiro foi no sonho molhado?
Jordan: Certo.
Dr. Gardner: E então seu primeiro orgasmo sem ser num sonho molhado foi quando ele o masturbou?
Jordan: Certo.
Dr. Gardner: Ok. Qual foi o próximo passo?
Jordan: E, ele, tipo, continuou assim. Parou tudo mais que a gente fazia junto no começo; a gente só tomava banho junto. E a gente foi para o Euro Disney depois de Mônaco.
Dr. Gardner: Mais alguma coisa em Mônaco além do que você me contou?
Jordan: Hum-hum.
Dr. Gardner: Mais ou menos quantas vezes você diria que ele o masturbou em Mônaco?

_________________
avatar
Raquel M.K.Jackson
Admin
Admin

Mensagens : 794
Pontos : 1432
Data de inscrição : 09/09/2011
Idade : 23
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário http://mjbestofjoy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Mensagem por Raquel M.K.Jackson em Dom Set 18, 2011 5:53 pm

Jordan: Não sei.
Dr. Gardner: Quais eram suas sensações sobre isso então?
Jordan: Bem, hum, eu disse, isso é realmente esquisito, tipo, eu nunca falei que estava pronto, então ... Mas eu disse pra mim mesmo, é tão gostoso e assim, tanto faz ... e ele é meu amigo, então, não posso estar. ..
Dr. Gardner: E enquanto estava masturbando você, o que ele ficava fazendo?
Jordan: Só isso, nada.
Dr. Gardner: Ok. Há algo mais sobre Mônaco?
Jordan: Não.
Dr. Gardner: Ok, qual é a próxima coisa?
Jordan: A próxima coisa, a gente foi para a Euro Disney.
Dr. Gardner: Quando foi isso?
Jordan: Depois de Mônaco, porque Mônaco é na França, assim como a Euro Disney, então a gente foi de Mônaco para a Euro Disney.
Dr. Gardner: E quanto tempo ficaram na Euro Disney?
Jordan: Não sei, uma semana ou duas no máximo.
Dr. Gardner: Isso foi durante o verão?
Jordan: Não sei. Não, espere, não, agora que me lembro de verdade, até aquela época, não aconteceu nada passado o verão, agora que me lembro, por que ...
Dr. Gardner: Então, Mônaco foi antes do verão?
Jordan: Tudo.
Dr. Gardner: A Euro Disney foi antes do verão?
Jordan: Sim, tudo. Agora eu me lembro porque eu tinha um livro para ler para os exames finais - To Kill A Mockingbird (O Sol É Para Todos, de Harper Lee, vencedor do Pulitzer). Era, disse ele, um de seus livros [favoritos]. E, assim, ele me ajudava a estudar e lia o livro para mim e depois continuava a me masturbar.
Dr. Gardner: A propósito, se isso foi antes do verão, é o período escolar. Quando você estava em todos esses outros lugares, o que acontecia com a escola?
Jordan: Bem, eu ainda dei um jeito de tirar A em tudo; levei meu livro comigo.
( ps: Grande garoto scratch )

_________________
avatar
Raquel M.K.Jackson
Admin
Admin

Mensagens : 794
Pontos : 1432
Data de inscrição : 09/09/2011
Idade : 23
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário http://mjbestofjoy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Mensagem por Raquel M.K.Jackson em Dom Set 18, 2011 5:53 pm

Dr. Gardner: A escola permitiu isso?
Jordan: Permitiu.
Dr. Gardner: O que aconteceu na Euro Disney?
Jordan: Ele continuou a me masturbar.
Dr. Gardner: Mais ou menos quantas vezes você acha?
Jordan: Mais ou menos uma vez por dia. E foi assim na Euro Disney - e na França, em geral.
Dr. Gardner: Ok, foi assim na Euro Disney. Alguma coisa mais?
Jordan: Quer dizer na Euro Disney?
Dr. Gardner: Sim.
Jordan: Acho que a gente pode ter tomado um banho juntos.
Dr. Gardner: Em uma ocasião?
Jordan: Não sei. Pode ter sido uma, pode ter sido nenhuma afinal.
Dr. Gardner: Ok, próxima fase, próximo passo.
Jordan: Próximo passo, ok. A gente voltou para casa, pra Los Angele' de novo. Vamos ver, eu me lembro que meu pai, como tinha feitc antes, no ano passado, ia me ajudar a estudar para os exames finais. e assim, eu ia ter de ir pra casa dele. E meu pai e Michael, eles não tinham se encontrado antes, acho que não. E assim, eu ia ter de ir pra casa do meu pai e ficar lá por, tipo, o fim de semana. E ele ia me ajudar a estudar. E Michael ficou muito triste mesmo que a gente tivesse de se separar. Então, ele ficou lá durante esse fim de semana.
Dt. Gardner: Na casa de seu pai?
Jordan: Correto. Essa foi a única vez. [Na verdade, foram dois fins de semana.]
Dt. Gardner: Ok, estamos falando de junho agora? Junho de 93?
Jordan: Final de marco.
Dr. Gardner: E depois?
Jordan: E então ele me masturbou lá e, uma vez, quando ele estava me masturbando, ah, em vez disso, ele me masturbou com a boca. Mad
Dt. Gatdner: Então, ele pôs a boca em seu pênis?
Jordan: Sim. Depois, ah, desse ponto em diante, até o fim de nosso relacionamento, ele me masturbava com sua boca. E foi o máximo que isso chegou.
Dr. Gardner: Mais ou menos em quantas ocasiões ele fez isso?

_________________
avatar
Raquel M.K.Jackson
Admin
Admin

Mensagens : 794
Pontos : 1432
Data de inscrição : 09/09/2011
Idade : 23
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário http://mjbestofjoy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Mensagem por Raquel M.K.Jackson em Dom Set 18, 2011 5:53 pm

Jordan: Não sei, mas posso dizer ao senhor onde.
Dr. Gardner: Onde aconteceu?
Jordan: Na casa do meu pai, no esconderijo dele, na casa da minha mãe, e em Neverland.
Dr. Gardner: Ok, então esses são quarto lugares diferentes, portanto, obviamente, aconteceu pelo menos quatro vezes. Certo?
Jordan: Oh, certo, claro.
Dr. Gardner: Mas quero que você me dê um palpite ...
Jordan: Ok. Mais de quinze, é certeza. Mas, ele me fez masturbar ele No
Dr. Gardner: Em quantas ocasiões?
Jordan: Mais ou menos dez. E ele disse que - ele me fez - ele me levou a torcer um dos bicos de seus peitinhos enquanto eu chupava o outro e ele se masturbava. No
Dr. Gardner: Alguma vez houve qualquer contato anal?
Jordan: Não.
Dr. Gardner: A maioria dos homens quando se masturba - quer seja masturbado por alguém ou fazendo isso sozinho - tem alguns pensamentos em mente. Às vezes, não, mas muito frequentemente, eles têm. Quando ele estava masturbando você, que pensamentos estavam em sua mente?
Jordan: Hum, acho que é esquisito. É como se aquilo não fosse certo, mas, no entanto, era bom, e ele era um amigo, então eu não o impedia.
Dr. Gardner: A maioria das crianças da sua idade começa mais ou menos nesta fase a se masturbar sozinha, sem qualquer tipo de experiência com outra pessoa ou crianças que (inaudível). Você continuou a se masturbar desde aquelas experiências?
Jordan: Continuei, eu acho, umas seis vezes logo depois do fim de nosso relacionamento.
Dr. Gardner: E não desde então?
Jordan: E não desde então.
Dr. Gardner: Não estou dizendo que você deveria, mas estou perguntando por que você fez. Estou perguntando quais foram suas razões?
Jordan: Porque eu me lembro que era uma sensação boa quando ele fazia isso e ...

_________________
avatar
Raquel M.K.Jackson
Admin
Admin

Mensagens : 794
Pontos : 1432
Data de inscrição : 09/09/2011
Idade : 23
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário http://mjbestofjoy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Mensagem por Raquel M.K.Jackson em Dom Set 18, 2011 5:54 pm

Dr. Gardner: Ok, por que você parou? Não estou dizendo que deveria ou não deveria. Só estou dizendo ... por que decidiu parar?
Jordan: Eu não (Inaudivel).
Dr. Gardner: É isso. Vamos separar a sensação do sentimento para com ele. Vamos fazer isso. Vamos fazer uma pausa por mais ou menos dez, quinze minutos e, depois, continuaremos. Portanto, vá esticar suas pernas. Agora, quero deixar registrado que não vou conversar com você no intervalo durante nossas reuniões. Todo o contato com você, todas as coisas que vou dizer a você ficarão nesta sala, nesta fita. Concordamos que eu não havia conversado com você anteriormente ao dia de hoje, certo?
Jordan: Certo.
Dr. Gardner: Assim, isso é muito importante. Ok, então, vamos fazer uma interrupção.
(Pausa)
Dr. Gardner: Sente falta dele?
Jordan: Não.
Dr. Gardner: Eu gostaria de conversar com você a respeito de como isso tudo aconteceu. A propósito, ele lhe disse que você não deveria contar a ninguém:
Jordan: Sim, ele disse.
Dr. Gardner: Que alegações específicas ele lhe fez a esse respeito?
Jordan: Ele disse que isso - que a gente tinha uma caixinha, e isso era um segredo, e é uma caixa que só ele e eu, só a gente deveria compartilhar.
Dr. Gardner: Ele não estava falando literalmente?
Jordan: Era uma caixa de segredo, tipo, sim, fingir que a gente tinha uma caixa e os segredos ficavam lá.
Dr. Gardner: Uma caixa de segredo como uma caixinha?
Jordan: Sim, você põe o segredo na caixa e ninguém pode saber sobre o que tem na caixa além dele e de mim. E ele disse, mais uma vez. ele se referiu, ah, aos levitadores não condicionados. Ele disse que ele não eram condicionados, mas se essa caixa fosse revelada a outras pessoas, como gente comum da sociedade de hoje, eles são condicionados e assim ele acreditariam que era errado. E assim, é por isso que' eu não deveria revelar o que está dentro da caixa.

_________________
avatar
Raquel M.K.Jackson
Admin
Admin

Mensagens : 794
Pontos : 1432
Data de inscrição : 09/09/2011
Idade : 23
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário http://mjbestofjoy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Mensagem por Raquel M.K.Jackson em Dom Set 18, 2011 5:54 pm

Dr. Gardner: Você acredita que é errado?
Jordan: Acredito.
Dr. Gardner: Como seus pais souberam disso?
Jordan: Acho que, depois de ... que Michael e eu ficamos ... aquela noite.
Dr. Gardner: Onde?
Jordan: Na casa de meu pai, durante os exames finais. Ele viu que, ah, não era um relacionamento saudável para mim.
Dr. Gardner: O que ele observou diretamente em termos das atividades sexuais?
Jordan: Nada de atividades sexuais.
Dr. Gardner: Ele não viu atividades sexuais? Mas, houve atividades sexuais?
Jordan: Houve, mas ele não viu.
Dr. Gardner: O que ele viu?
Jordan: Viu Michael e eu tendo quase a mesma personalidade, os mesmos interesses, o mesmo jeito de falar.
Dr. Gardner: Quando você fala em personalidade semelhante ...
Jordan: Tipo assim, eu agia como ele.
Dr. Gardner: Você se percebeu fazendo isso conscientemente?
Jordan: Não.
Dr. Gardner: Tomou uma decisão ou apenas aconteceu?
Jordan: A coisa apenas meio que aconteceu. Assim, quando mais a gente ficava junto, a personalidade e o jeito dele de falar e tudo mais grudava em mim. E, pelo jeito, ele ... papai... me viu sozinho uma vez na Cody's, na formatura em educação infantil, e me disse: "Você e Michael mentiram para mim", e parecia que ele sabia o que estava havendo, sem na verdade dizer o que acontecia.
Dr. Gardner: Então, seu pai suspeitava. É isso o que está dizendo?
Jordan: É. E disse numa voz brava, séria, não gritando.
Dr. Gardner: Estava conversando com você sozinho ou ...
Jordan: Sozinho.
Dr. Gardner: Quando isso aconteceu?
Jordan: Eu, ah, pouco antes da formatura de minha escola.

_________________
avatar
Raquel M.K.Jackson
Admin
Admin

Mensagens : 794
Pontos : 1432
Data de inscrição : 09/09/2011
Idade : 23
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário http://mjbestofjoy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Mensagem por Raquel M.K.Jackson em Dom Set 18, 2011 5:54 pm

Dr. Gardner: Isso foi em maio ou em junho?
Jordan: Junho.
Dr. Gardner: E aí, o que você disse então?
Jordan: Eu não disse. Ele não me perguntou: "O que você e Michael faziam juntos?"
Dr. Gardner: A propósito, voltando atrás, ele disse: "É um segredo"
Jordan: Michael?
Dr. Gardner: Sim. Com relação a isso, ele fez alguma ameaça?
Jordan: Acho que pode ter falado tipo assim, "se você contar, Michael irá para a cadeia, e nada vai acontecer comigo ... com você". Ele disse que não era verdade e que eu poderia, ah, ir para uma instituição juvenil ou algo assim.
Dr. Gardner: Que ele poderia ir para a cadeia, mas que você iria para uma casa de correção juvenil?
Jordan: Alguma coisa parecida com isso.
Dr. Gardner: Que ele mesmo poderia ir para a cadeia?
Jordan: Não me lembro exatamente. Quase dou como certo, porém que ele disse alguma coisa sobre instituição juvenil. Quase digo positivo que ele disse isso, mas o que me lembro mesmo é que ele disse que ele iria para a cadeia e que, ah, eu não ia escapar numa boa.
Dr. Gardner: Você acreditou nisso?
Jordan: Bem, eu não acreditei nem um pouco na ocasião e de jeito nenhum acredito agora. Mas, na hora, eu não acreditei mesmo, mas disse, ok, tanto faz, e concordei.
Dr. Gardner: Ora, vejamos. Quando seu pai o confrontou pela primeira vez, o que você disse?
Jordan: Bem, ah ... foi uma coisa de assustar, quando ele estava conversando comigo e disse: "Você mentiu para mim, e Michael também' E eu disse ... eu estava assim, muito nervoso. E ele disse: "O que você faria se eu dissesse que não quero que você vá à turnê?" Porque eu deveria estar na turnê com ele agora. Ele está em turnê.
Dr. Gardner: Hum-hum.
Jordan: A gente estava planejando sair em turnê. E eu disse, ah, "e iria de qualquer jeito, eu acho, porque não sei de nenhuma razão valida que você tenha", eu disse ao meu pai.

_________________
avatar
Raquel M.K.Jackson
Admin
Admin

Mensagens : 794
Pontos : 1432
Data de inscrição : 09/09/2011
Idade : 23
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário http://mjbestofjoy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Mensagem por Raquel M.K.Jackson em Dom Set 18, 2011 5:54 pm

Dr. Gardner: Você ainda queria ir à turnê?
Jordan: Sim, o tempo todo.
Dr. Gardner: Por que isso?
Jordan: Porque eu estava me divertindo. Na época, as coisas que Michael fazia pra mim, elas não me afetavam. Tipo, eu não queria pensar que alguma coisa estava totalmente errada com o que ele estava fazendo, já que ele era meu amigo, e continuava me dizendo que nunca me magoaria. Mas, hoje em dia, vejo que ele estava mentindo, óbvio.
Dr. Gardner: Você está dizendo que não percebeu que isso o magoaria? É o que está dizendo?
Jordan: Eu não via nada errado com isso.
Dr. Gardner: Vê algo de errado nisso agora?
Jordan: Claro.
Dr. Gardner: O que está errado, conforme vê isso?
Jordan: Por que ele é adulto, e está usando sua experiência, sua idade, manipulando e coagindo gente mais jovem que não tem tanta experiência quanto ele e não tem a capacidade de dizer não para alguém poderoso assim. Ele está usando seu poder, sua experiência, sua idade, seu dominio para obter o que quer.
Dr. Gardner: Tudo bem, então, você finalmente contou ao seu pai. Quem foi o primeiro adulto a quem você contou?
Jordan: Meu pai.
Dr. Gardner: Quantas vezes ele teve de perguntar a você antes que você lhe contasse?
Jordan: Uma vez.
Dr. Gardner: A primeira vez que ele perguntou, você lhe contou?
Jordan: Bem, veja, na formatura, ele disse: "Vocês, garotos, estão mentindo para mim", e foi isso, ele não me fez qualquer pergunta.
Dr. Gardner: E o que você disse?
Jordan: E disse apenas: Hum? - como se eu não soubesse.
Dr. Gardner: Você o fez acreditar que não sabia do que ele estava falando?
Jordan: Certo. Certo. E depois ele me exigiu para ficar em sua casa, porque ele sabia que as coisas estavam erradas. E ele, assim, eu estava com minha mãe e Michael, e ele me exigiu para ficar em sua casa.

_________________
avatar
Raquel M.K.Jackson
Admin
Admin

Mensagens : 794
Pontos : 1432
Data de inscrição : 09/09/2011
Idade : 23
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário http://mjbestofjoy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Mensagem por Raquel M.K.Jackson em Dom Set 18, 2011 5:55 pm

Então eu fui pra casa dele, e ele disse, só por uma semana e depois você pode voltar. E eu realmente comecei a gostar de lá. E ele teve de extrair meu dente uma hora, ah, enquanto eu estava lá , e eu não gosto de dor, e assim eu disse, poderia me pôr pra dormir? E ele disse, claro. Então seu amigo me pôs pra dormir; ele é um anestesista. E ah, quando acordei meu dente estava arrancado,e eu estava bem, um pouco tonto, mas consciente. E meu pai disse ... e seu amigo fora embora e era só ele e eu - e meu pai disse: "Eu só quero que você me diga, aconteceu alguma coisa entre você e Michael? E eu disse sim. ele me deu um grande abraço e foi isso.
Dr. Gardner: Tudo bem, então, você finalmente contou ao seu pai. Quem foi o primeiro adulto a quem você contou?
Jordan: Meu pai.
Dr. Gardner: Quantas vezes ele teve de perguntar a você: ..para lhe contar?
Jordan: Uma.
Dr. Gardner: Da primeira vez que ele perguntou, você disse e nunca lhe deu os detalhes?
Jordan: Não.
Dr. Gardner: Agora, quando você divulgou isso? Quando contou a ele? Em que mês?
Jordan: Julho. Acho que em julho. Lembro disso porque fica perto do aniversário de minha irmã, que é em julho.
Dr. Gardner: Você é interessado em meninas?
Jordan: Sim.
Dr. Gardner: Você se percebeu atraído por algum garoTo. ..
Jordan: Não.
Dr. Gardner: Alguma vez se percebeu atraído por garoto.
Jordan: Não.
Dr. Gardner: Entenda, há alguns garotos que têm uma experiencia tal como a que você descreve, que mudam de inclinação heterosexual para homossexual. Você compreende o que eu quero dizer com isso?
Se você pergunta a eles aos cinco, seis, sete, oito anos, eles dizem "vou ser bombeiro quando crescer e vou me casar e ter filhos" algo assim - e depois eles continuam com essa tendência. Porém há alguns garotos, como resultado de uma experiência como a que você.....

_________________
avatar
Raquel M.K.Jackson
Admin
Admin

Mensagens : 794
Pontos : 1432
Data de inscrição : 09/09/2011
Idade : 23
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário http://mjbestofjoy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Mensagem por Raquel M.K.Jackson em Dom Set 18, 2011 5:56 pm

está descrevendo, em que isso pode mudar e começar a pender para a tendência homossexual. Você acha que vai afetá-lo?
Jordan: Bem, pode ser, e acho que é por isso provavelmente que estou em terapia.
Dr. Gardner: Ok, mas a questão é, você tem a impressão agora de que isso pode acontecer a você?
J ordan: Não.
Dr. Gardner: Por que diz isso?
Jordan: Porque ... eu gosto de meninas!
Dr. Gardner: Você sente que de alguma forma poderia ter evitado toda essa coisa com Michael?
Jordan: Sinto.
Dr. Gardner: Como?
Jordan: Porque, no começo ... Lembra que eu disse que havia umas duas coisas que ele fazia e eu disse, "não faça isso"?
Dr. Gardner: Lembro.
Jordan: Funcionou daquelas vezes, quem sabe se eu tivesse feito isso ...
Dr. Gardner: Você poderia ter sido mais firme. É isso que está dizendo?
J ordan: Sim.
Dr. Gardner: Por que não foi?
Jordan: Era difícil de fazer.
Dr. Gardner: Por quê?
Jordan: Porque ele é adulto, ele é dominador, ele é famoso, ele é poderoso.
Dr. Gardner: Estava tomado de devoção por ele? Entende o que eu quero dizer com devoção?
Jordan: Não.
Dr. Gardner: Ter devoção por alguém significa que você o encara quase como um deus, ou algo assim.
Jordan: Não. Na verdade, quanto mais e mais nosso relacionamento ficou íntimo, menos eu pensava nisso. Como a maioria das pessoas pensa que, pô, ele é maravilhoso porque ele sabe dançar e cantar. Mas, sabe, ele é apenas, tipo ... uma pessoa comum.

_________________
avatar
Raquel M.K.Jackson
Admin
Admin

Mensagens : 794
Pontos : 1432
Data de inscrição : 09/09/2011
Idade : 23
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário http://mjbestofjoy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Mensagem por Raquel M.K.Jackson em Dom Set 18, 2011 5:56 pm

Dr. Gardner: Você se sente culpado de ter participado desses atos?
Jordan: Sinto. Me arrependo de ter feito isso.
Dr. Gardner: E quando aos medos? Algum tipo de medo?
Jordan: Não.
Dr. Gardner: Às vezes as pessoas, depois de experiências desse tipo, desenvolvem diferentes tipos de medos. Você não tem medos?
Jordan: Talvez de interrogatório, mas é tudo. Quero dizer, não tenho nada a esconder, é só de pensar nisso. [Jordie descreve algumas das atividades que ele e Michael faziam juntos.]
Dr. Gardner: Me parece, pelo que você está descrevendo, que ele estava se comportando muito como criança.
Jordan: É isso que ele acreditava que era.
Dr. Gardner: Você diz, psicologicamente, ele acreditava que era uma criança? Quando você estava com ele - você descreveu os videogames _ ele jogava jogos infantis com você. Alguma vez ele deu alguma explicação da razão de fazer isso?
Jordan: Porque ele, ah, quando era jovem, tipo da minha idade, o pai fazia ele trabalhar sem parar e, ah, o pai dele batia nele e coisa e tal, e ele estava tentando reviver o que não teve quando garoto. Peter Pan é o seu ídolo.
Dr. Gardner: Por que isso?
Jordan: Porque Peter Pan é jovem pra sempre, e se mete em aventuras e coisa e tal.
Dr. Gardner: Ele podia reviver todas as experiências que não teve, mas, e quanto à parte sexual? Como isso se encaixa ao reviver o passado? Ele falou se teve experiências sexuais de algum tipo quando criança com alguma pessoa mais velha?
Jordan: Não, não que eu saiba.
Dr. Gardner: Ele disse que o amava?
Jordan: Hum-hum.
Dr. Gardner: Sabe quando você vê um filme romântico às vezes, e vê o homem e a mulher, e o homem diz o quanto ele ama a mulher, quanto ele a adora e a elogia; sabe como é isso?
Jordan:Sei.
Dr. Gardner: Você diria que era desse jeito que Michael era com você?

_________________
avatar
Raquel M.K.Jackson
Admin
Admin

Mensagens : 794
Pontos : 1432
Data de inscrição : 09/09/2011
Idade : 23
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário http://mjbestofjoy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Mensagem por Raquel M.K.Jackson em Dom Set 18, 2011 5:56 pm

Jordan: Tipo assim, era alguma coisa parecida com uma espécie estranha de amor. Parecido, era parecido com isso, mas ele, ele me amava com egoísmo. Tipo, sem ligar para o fato de que o que estava fazendo poderia me ferir, ele continuava.
Dr. Gardner: Quando você diz que poderia feri-lo, como isso poderia ferir você?
Jordan: Todo mundo acha que o que ele estava fazendo poderia ferir, caso contrário não seria um crime.
Dr. Gardner: Ok, como poderia ferir? Conforme você vê, como isso poderia feri-lo?
Jordan: Porque ... isso é um assunto delicado, eu acho. Separa você de qualquer outra pessoa.
Dr. Gardner: Como?
Jordan: Eu não sei.
Dr. Gardner: Só dê seu próprio palpite.
Jordan: Poderia me deixar deprimido ou algo assim, eu não sei.
Dr. Gardner: Bem, isso é importante. Você diz que é um crime. Por que é um crime?
Jordan: Porque, como eu disse antes, ele está usando a experiência dele, o poder, a idade ...
Dr. Gardner: Como isso poderia deixar você? Se isso tivesse continuado e não fosse interrompido, como você teria acabado?
Jordan: De acordo com o seu padrão, acho que ele teria me deixado, meio que se livrado de mim, imagino que o senhor chamaria assim. E eu seria tipo um vegetal.
Dr. Gardner: Por que um vegetal?
Jordan: Porque ele continuaria a fazer aquelas coisas e eu não saberia o que mais há, lá fora.
Dr. Gardner: Diga isso de novo. Você não saberia o que mais há lá fora?
Jordan: Certo. Tipo, ele não gostaria se eu quisesse chamar uma garota ou algo assim. Sabe, eu não saberia, tipo, se haveria outras opções.
Dr. Gardner: Está dizendo que ele o desviaria de sua tendência de sair com garotas?
Jordan: Certo.

_________________
avatar
Raquel M.K.Jackson
Admin
Admin

Mensagens : 794
Pontos : 1432
Data de inscrição : 09/09/2011
Idade : 23
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário http://mjbestofjoy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Mensagem por Raquel M.K.Jackson em Dom Set 18, 2011 5:56 pm

Dr. Gardner: o que diria que foi a melhor coisa que já aconteceu em sua vida inteira?
Jordan: Quando eu contei ao meu pai o que Michael estava fazendo comigo.
Dr. Gardner: Por que diz isso?
Jordan: Porque, assim que eu contei pra ele, eu percebi que Michael nunca seria capaz de fazer isso comigo de novo. E quando alguma coisa horrível acaba, é muito provável que seja a melhor coisa de sua vida.
Dr. Gardner: Você diz ...
Jordan: Como um prisioneiro sendo solto da prisão.
Dr. Gardner: Mas você está dizendo que através de tudo isso, embora você se divertisse, sentia uma sensação de pressão?
Jordan: Sim.
Dr. Gardner: Era um peso enorme em você? Sabe o que ...
Jordan: Sim.
Dr. Gardner: Poderia descrever. ..
Jordan: Tipo, eu não poderia me abrir a respeito de como me sentia. Como se eu não quisesse fazer algo e não pudesse simplesmente dizer "não quero fazer isso", porque ele começaria a chorar ou sei lá. Ele não dizia apenas, "ok, tanto faz, vamos ser apenas amigos e jogar videogames". Ele começava a chorar e fazer tudo para me convencer de que ...
Dr. Gardner: Porém, você voltava lá - voluntariamente. Poderia ter dito: "não quero ir de novo para Neverland", certo?
Jordan: Certo.
Dr. Gardner: Então, por que você voltava?
Jordan: Porque, independente do fato de eu ir a Neverland, ele estaria comigo. Não importava o que, ele estava sempre comigo. Era como se eu não pudesse apenas dizer "não quero ficar com você hoje".
Dr. Gardner: Por que não?
Jordan: Não era assim tão fáciL Ele chorava. Ele dizia: "Você não gosta mais de mim". Era uma encrenca, sabe, era difíciL
Dr. Gardner: É meu entendimento que sua mãe meio que facilitou as coisas aqui.

_________________
avatar
Raquel M.K.Jackson
Admin
Admin

Mensagens : 794
Pontos : 1432
Data de inscrição : 09/09/2011
Idade : 23
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário http://mjbestofjoy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Mensagem por Raquel M.K.Jackson em Dom Set 18, 2011 5:57 pm

Jordan: o que isso quer dizer?
Dr. Gardner: Facilitar significa, tornar fácil para ele. Outra mãe poderia não ter acreditado nele com aquela coisa sobre" está tudo ok". Sabe, algumas mães diriam: "Você não vai dormir na cama com meu garoto, não me importa o que diga". Ela se deixou levar na conversa.
Jordan: Certo.
Dr. Gardner: É correto dizer que ela compreende agora o que estava acontecendo?
Jordan: Sim.
Dr. Gardner: Me parece que sua mãe foi na conversa dele. Ela também foi enganada. Isso é correto?
Jordan: Sim.
Dr. Gardner: Quais são suas sensações com relação à sua mãe a essas alturas?
Jordan: Ela foi enganada, assim como o senhor disse.
Dr. Gardner: Algum sentimento a respeito disso?
Jordan: De que, tenho certeza, de que se ela soubesse o que estava acontecendo, ela diria de jeito nenhum.
Dr. Gardner: Discutiu isso com ela?
Jordan: Não.
Dr. Gardner: Não!
Jordan: Espere, discutiu ... ?
Dr. Gardner: Essa coisa toda. Sobre ela ter sido enganada.
Jordan: Não, porque, quero dizer, eu pessoalmente não gosto de falar sobre isso mais do que sou obrigado.
Dr. Gardner: Você tem quaisquer outras sensações além de que ela foi enganada?
Jordan: Não.
Dr. Gardner: Soube por seus pais que você não estava passando muito tempo na casa de sua mãe. Isso é correto?
Jordan: Está certo.
Dr. Gardner: E, na sua idade e com sua inteligência, eles basicamente o deixaram tomar essa decisão por si mesmo. Porém, existem razões para tudo, e o que eu quero saber de você é, quais são suas razões para querer passar tão pouco tempo na casa de sua mãe?

_________________
avatar
Raquel M.K.Jackson
Admin
Admin

Mensagens : 794
Pontos : 1432
Data de inscrição : 09/09/2011
Idade : 23
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário http://mjbestofjoy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Mensagem por Raquel M.K.Jackson em Dom Set 18, 2011 5:57 pm

Jordan: Não é exatamente assim que eu não queira passar tempo na casa de minha mãe. É ... há ... , não sei.
Dr. Gardner: Há sempre uma razão para tudo. Chute.
Jordan: Eu diria que é porque não existem tantas regras na casa de meu pai.
Dr. Gardner: E qual é a razão para isso?
Jordan: Não sei. Imagino que os valores deles, quem sabe.
Dr. Gardner: O que tem esses valores?
Jordan: Meu pai não acredita, por exemplo, em comer a comida certa toda noite. Você pode comer doce.
Dr. Gardner: Sua mãe é meio que intransigente?
Jordan: O que quer dizer isso?
Dr. Gardner: Intransigente? Sua mãe é chata e seu pai menos chato sobre comida. É isso o que você ia dizer?
Jordan: Sim.
Dr. Gardner: Alguma outra razão?
Jordan: Não é só a comida propriamente, são as regras dela no geral.
Dr. Gardner: O que tem as regras dela?
Jordan: As regras de minha mãe são mais rígidas. Tipo, ir pra cama tal hora, fazer o dever de casa logo quando você chega em casa da escola.
Dr. Gardner: Alguma outra razão por quê?
Jordan: Bem, além disso, na casa da minha mãe - a casa mesmo, ou ela?
Dr. Gardner: Ambas as coisas.
Jordan: Bem, não quero passar tempo naquela casa porque a presença de Michael ainda está lá.
Dr. Gardner: É como se o fantasma dele ainda estivesse na casa, sua aura?
Jordan: É.
Dr. Gardner: Alguma outra razão com sua mãe?
Jordan: Por quê?
Dr. Gardner: Compreenda, porque estou tentando descobrir que problemas ou reações psicológicas, se houver alguma, você teve diante dessa experiência - que foi uma experiência de abalar a mente. Tenho

_________________
avatar
Raquel M.K.Jackson
Admin
Admin

Mensagens : 794
Pontos : 1432
Data de inscrição : 09/09/2011
Idade : 23
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário http://mjbestofjoy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Mensagem por Raquel M.K.Jackson em Dom Set 18, 2011 5:57 pm

certeza de que concorda com isso. Quando você pensa em todas as crianças no mundo, ter tido essa experiência com esse cara, sabe, é razoável dizer que se você vivesse até os mil anos, não se esqueceria disso. Estou correto?
Jordan: Correto.
Dr. Gardner: Ok. E vem a ter alguns efeitos nas pessoas: você não é imune a isso. Provavelmente o caso não vá afetar sua vida sexual. Você sabe que poderia, mas tem mais efeitos sutis. Não são tão óbvios, mas são efeitos, independente disso. Estou tentando descobrir. .. como um deles é, agora que você tem um ... você não pode entrar na casa de sua mãe sentindo relaxamento e conforto porque a aura de Michael está lá. Não é um efeito sexual, mas é um efeito. E compromete seu relacionamento com sua mãe. E só estou ponderando sobre outras coisas, outros efeitos. É por isso que estou lhe fazendo essas perguntas. Acha que tem algo a ver com sua mãe ter facilitado ... Sabe o que eu quero dizer por facilitado?
Jordan: Não.
Dr. Gardner: Seu pai pensa, e estou de acordo com ele, que ela não mostrou bastante percepção antes - embora ele seja um cara tão convincente e sedutor -, em se dar conta de que havia alguma coisa esquisita acontecendo ali, e tirado você de lá mais depressa. Concorda com isso?
Jordan: Bem, ele me tinha sob seu encanto. Assim, sabe ...
Dr. Gardner: Seu encanto? Acha que ela estava sob o seu encanto?
Jordan: Bem, ele me tinha sob o encanto dele, então imagino que poderia ter outras pessoas também.
Dr. Gardner: Estou imaginando se você realmente sente algum ressentimento com relação a ela, e isso possa ser um fator para não vê¬Ia.
Jordan: Não. Acho que não.
Dr. Gardner: Ok. Sabe, como eu soube por seus pais, e como vejo pelo que você diz, quando esteve sob esse encanto, ele se tornou como o ... você foi sendo afastado de seu pai, de sua mãe. Sabe, você era quase como um, sabe, atraído sob a teia dele e afastado de sua família, e você o enxergava como a pessoa mais importante em sua vida. Certo?
Jordan: Sim.

_________________
avatar
Raquel M.K.Jackson
Admin
Admin

Mensagens : 794
Pontos : 1432
Data de inscrição : 09/09/2011
Idade : 23
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário http://mjbestofjoy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Mensagem por Raquel M.K.Jackson em Dom Set 18, 2011 5:58 pm

certeza de que concorda com isso. Quando você pensa em todas as crianças no mundo, ter tido essa experiência com esse cara, sabe, é razoável dizer que se você vivesse até os mil anos, não se esqueceria disso. Estou correto?
Jordan: Correto.
Dr. Gardner: Ok. E vem a ter alguns efeitos nas pessoas: você não é imune a isso. Provavelmente o caso não vá afetar sua vida sexual. Você sabe que poderia, mas tem mais efeitos sutis. Não são tão óbvios, mas são efeitos, independente disso. Estou tentando descobrir. .. como um deles é, agora que você tem um ... você não pode entrar na casa de sua mãe sentindo relaxamento e conforto porque a aura de Michael está lá. Não é um efeito sexual, mas é um efeito. E compromete seu relacionamento com sua mãe. E só estou ponderando sobre outras coisas, outros efeitos. É por isso que estou lhe fazendo essas perguntas. Acha que tem algo a ver com sua mãe ter facilitado ... Sabe o que eu quero dizer por facilitado?
Jordan: Não.
Dr. Gardner: Seu pai pensa, e estou de acordo com ele, que ela não mostrou bastante percepção antes - embora ele seja um cara tão convincente e sedutor -, em se dar conta de que havia alguma coisa esquisita acontecendo ali, e tirado você de lá mais depressa. Concorda com isso?
Jordan: Bem, ele me tinha sob seu encanto. Assim, sabe ...
Dr. Gardner: Seu encanto? Acha que ela estava sob o seu encanto?
Jordan: Bem, ele me tinha sob o encanto dele, então imagino que poderia ter outras pessoas também.
Dr. Gardner: Estou imaginando se você realmente sente algum ressentimento com relação a ela, e isso possa ser um fator para não vê¬Ia.
Jordan: Não. Acho que não.
Dr. Gardner: Ok. Sabe, como eu soube por seus pais, e como vejo pelo que você diz, quando esteve sob esse encanto, ele se tornou como o ... você foi sendo afastado de seu pai, de sua mãe. Sabe, você era quase como um, sabe, atraído sob a teia dele e afastado de sua família, e você o enxergava como a pessoa mais importante em sua vida. Certo?
Jordan: Sim.

_________________
avatar
Raquel M.K.Jackson
Admin
Admin

Mensagens : 794
Pontos : 1432
Data de inscrição : 09/09/2011
Idade : 23
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário http://mjbestofjoy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Mensagem por Raquel M.K.Jackson em Dom Set 18, 2011 5:58 pm

Dr. Gardner: E sob essas circunstâncias, você muitas vezes assume os traços e as qualidades dessa pessoa. Você assumiu alguma das qualidades dele?
Jordan: Assumi quando estava com ele, mas felizmente me livrei delas.
Dr. Gardner: Quais eram as qualidades?
Jordan: Seu jeito de falar.
Dr. Gardner: Pode imitar?
Jordan: Ele usava palavras como "me alcance". Isso queria dizer me pegue alguma coisa. Uma ereção era "leveza".
Dr. Gardner: "Leveza" era uma ereção. Prossiga.
Jordan: Porra era "manteiga de pato."
Dr. Gardner: "Manteiga de pato?" Isso era sêmen, ejacular?
Jordan: Era.
Dr. Gardner: Então, essas eram palavras dele e você estava usando essas palavras?
J ordan: Estava.
Dr. Gardner: Alguma coisa mais que tenha se tornado parte de você?
Jordan: Não.
Dr. Gardner: Quero obter esclarecimento com relação às meninas. Qual é sua situação com meninas a essas alturas? Seu pai diz que você fica um monte de tempo ao telefone.
Jordan: Hum-hum.
Dr. Gardner: Fala bastante com meninas em especial? Passa um bocado de tempo com meninas?
Jordan: Hum-hum.
Dr. Gardner: Vejo que está sorrindo. Tem uma [namorada) a essas alturas?
Jordan: Estou meio que no processo de andar atrás de uma.
Dr. Gardner: Então, está de olho nela?
Jordan: Estou, acho que o senhor poderia chamar assim.
Dr. Gardner: Já beijou alguém?
Jordan: Beijei essa garota.

_________________
avatar
Raquel M.K.Jackson
Admin
Admin

Mensagens : 794
Pontos : 1432
Data de inscrição : 09/09/2011
Idade : 23
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário http://mjbestofjoy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Mensagem por Raquel M.K.Jackson em Dom Set 18, 2011 5:59 pm

Dr. Gardner: Ok. Então, seu pai parece pensar que, em seu relacionamento com as meninas, você faz um monte de perguntas; você está muito controlador. Acha que isso tem algo a ver com Michael?
Jordan: Não ... Bem, tem.
Dr. Gardnen Como isso se relaciona com Michael?
Jordan: Porque ... eu não tinha pensado nisso desse jeito antes, mas agora que penso nisso, já pus confiança demais e dei o controle a Michael em nossa relação, agora eu observo por mim mesmo.
Dr. Gardnen E quanto à confiança em sua mãe? Você acha que algo da confiança em sua mãe foi afetada?
Jordan: Bem, não é porque ela, como as pessoas dizem, quisesse me prostituir. É mais por causa de ... quem sabe, eu ter tentado contar a ela uma vez e ela não me acreditou.
Dr. Gardner: Quando foi isso? Você se lembra?
Jordan: Não.
Dr. Gardner: Como se sente sobre isso?
Jordan: Sinto como se fosse alguma coisa distante, desagradável, em sua mente, de que seu filho pudesse se machucar. .. e você reunisse um exército, sabe, se houvesse uma suspeita tão forte como essa, que meu pai levou assim tão longe. Ela deveria pelo menos ter ouvido o
que eu tinha a dizer.

_________________
avatar
Raquel M.K.Jackson
Admin
Admin

Mensagens : 794
Pontos : 1432
Data de inscrição : 09/09/2011
Idade : 23
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário http://mjbestofjoy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Mensagem por Raquel M.K.Jackson em Dom Set 18, 2011 5:59 pm

UM


Quando Michael Jackson pisou no palco, em 10 de janeiro de 1993, para o baile de gala da posse do presidente Bill Clinton, estava, aparentemente, no topo do mundo. Dificilmente a mídia teria de exagerar para transmitir que tremendo superstar ele havia se tornado naquele ponto de sua carreira. Só precisariam citar as inserções dedicadas a Jackson no Livro de Recordes do Guinness: "O mais bem sucedido artista de todos os tempos; o mais consumado performer vivo da história; o álbum de maior vendagem de todos os tempos; o mais jovem vocalista no topo da lista dos cantores solo dos Estados Unidos; o primeiro vocalista a entrar na lista dos cantores solo dos Estados Unidos como número um; o maior número de semanas no topo da lista dos álbuns nos Estados Unidos; o mais bem-sucedido vídeo de música; e o mais bem pago artista de todos os tempos".
Adorado pelo mundo, sua própria presença inflamava multidões, numa cena que lembrava a Beatlemania. Eu mesmo, certa vez, fiquei preso num ônibus em Londres por quase uma hora, na Oxford Street, porque corria um boato de que J ackson estava fazendo compras na loja de discos HMY. A aglomeração bloqueou o tráfego por oitocentos metros em todas as direções. Apesar disso, o público achava Jackson decididamente bizarro. Histórias de tabloides ressaltavam seu comportamento estranho. Diziam que ele queria comprar os ossos do Homem Elefante e que dormia numa câmara hiperbárica para permanecer jovem. Suas feições faciais sempre mutantes eram aparentemente decorrência da obsessão em se parecer com Diana Ross, sua mentora na Motowm. Posteriormente, depois de romper com ela, resolveu moldar a si mesmo segundo a imagem de uma outra Diana, a princesa de Gales. Apesar de seus protestos de que tais histórias eram absurdas, suas negativas não alteravam o ceticismo do público, que, diante dos próprios olhos, viu um jovem de pele escura transformar-se num adulto bizarro de pele clara e aparência andrógena no transcorrer de quase um quarto de século em que esteve sob os holofotes do público. Mesmo assim, em vez de abalar sua popularidade, tal comportamento só parecia aumentá-Ia. O pior adjetivo de que a midia normalmente usava para descrever o cantor era "excêntrico". Jackson, porém, nunca realmente tinha sido associado ao mau comportamento com frequência vinculado a outras celebridades de sua era, principalmente na indústria da música, onde rolavam drogas e excesso.
Ao contrário, em janeiro de 1993, ele estava começando a se tor¬nar quase tão famoso por seus esforços humanitários quanto por sua música. Durante os anos 80, ele chegou a fazer amizade com um adolescente chamado Ryan White, um hemofílico. Ryan tornou-se o representante nacional do HIV e da AIDS depois de contrair a infecção através de uma transfusão de sangue.
White ajudou a mudar a percepção dos americanos de que a AIDS era uma doença confinada aos homossexuais. Foi providencial em convencer o presidente Ronald Reagan a devotar-se à causa pela primeira vez. A amizade de Jackson com White ajudou-o a ganhar noto¬riedade como advogado da pesquisa de HIV / AIDS, solidificando sua reputação como uma celebridade compassiva. No funeral de White, em 1990, Jackson fez um discurso fúnebre particularmente comoven¬te, ao declarar:
- Adeus, Ryan White. Você nos ensinou como ficar de pé e lutar. Em 1992, explicando que queria "melhorar as condições [de vida] das crianças pelo mundo", Jackson criou a Heal the World Foundation - Fundação Curar o Mundo, para fornecer medicamentos às crianças e lutar contra a fome, a falta de habitação, a exploração e o abuso de crianças no mundo. A fundação também levou centenas de crianças de baixa renda e das minorias para visitar Neverland - a Terra do Nunca, na história de Peter Pan, o espetacular rancho de 1.092 hectares que ele comprou em 1988 em Santa Ynez, na Califórnia, que se tornou completo com um zoo e um parque de diversões. Em 1992, Jackson doou todos os lucros de sua turnê mundial Dangerous - dez milhões de dólares - à fundação.
E, assim, não foi surpresa quando J ackson foi convidado para se apresentar no baile de gala da posse do presidente Bill Clinton, em


_________________
avatar
Raquel M.K.Jackson
Admin
Admin

Mensagens : 794
Pontos : 1432
Data de inscrição : 09/09/2011
Idade : 23
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário http://mjbestofjoy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Mensagem por Raquel M.K.Jackson em Dom Set 18, 2011 6:00 pm

1993. Ele parecia um símbolo natural para a nova era de progresso que Clinton representava depois de doze longos anos sombrios de presidentes americanos de direita.
Quando Jackson inclinou-se no palco para os aplausos vibrantes da plateia, inclusive do novo presidente e da primeira dama, dedicou uma canção a "todas as crianças do mundo". No dia seguinte, entusíásticos repórteres da mídia enalteceram sua apresentação de "Heal the World" como um tributo ao "amor pelas crianças" de Jackson. Poucos meses mais tarde, essas palavras teriam um significado muito diferente, e seria o mundo de Jackson que precisaria curar-se, pois começava a desabar em torno dele.
o colapso do reinado sem precedentes de Michael Jackson como o artista mais amado e mais popular do mundo pode ter sido deflagrado por uma vela de ignição defeituosa. Em maio de 1992, Jackson estava sozinho dirigindo sua van pela Wilshire Boulevard, em Los Angeles, quando o veículo quebrou de repente no tráfego pesado. Sem um celular para pedir por ajuda, Jackson saiu da van confuso, sem saber o que fazer. Usando óculos de sol espelhados, um turbante preto e uma echarpe cobrindo a face,foi reconhecido imediatamente por uma funcionária de uma agência de aluguel de carros próxima, a caminho do trabalho. Ela aproximou-se de Jackson e se ofereceu para levá-lo à agência onde trabalhava para alugar um veículo. Então, fez um telefonema para o patrão, David Schwartz, dono da agência de aluguel. Quando Schwartz soube que Michael Jackson estava a caminho, percebeu o que tinha de fazer. Chamou imediatamente a esposa, June Chandler Schwartz, e lhe disse para trazer o filho de doze anos, Jordan, enteado dele, ao escritório. Sabia que Jordan idolatrava Michael Jackson desde o dia em que o viu num restaurante de Los Angeles, chamado Golden Temple, sete anos atrás. Daquele momento em diante, o garoto havia se tornado um obcecado pelo astro. Comprava todos os álbuns de J ackson, sabia as letras de todas as suas canções, e imitava os movimentos de dança de J ackson em frente ao espelho.
Mais tarde, muitos divulgaram que Jordan havia enviado um cartão desejando melhoras a Jackson, juntando uma foto e o número de telefone, depois que os cabelos do cantor tinham pegado fogo num comercial para a Pepsi. Michael agradeceu-o pessoalmente por telefone no mesmo dia. Isso, porém, seria impossível porque Jordan tinha apenas quatro anos na época do incidente da Pepsi, em 1984.
Existem também relatos não confirmados de que Jordan fez um teste para um papel num comercial, imitando Jackson, mas foí recusado.
Apesar dísso, Jordan ficou muíto empolgado em conhecer seu herói frente a frente. Mostrou-se um pouco tímido e não conversou muito, mas sua deslumbrada mãe June supriu em muito essa falha, transbordando de entusiasmo ao dizer como estavam emocionados em conhecê-lo, relembrando a Jackson que ele já havia encontrado o garoto anteríormente, uma vez. Antes que Jackson saísse dírígíndo um carro velho alugado por David Schwartz, June insistiu em lhe dar o número de telefone de seu filho. Jackson enfiou o papel no bolso apertou a mão de Jordan, e prometeu telefonar.
Alguns dias depois, o telefone tocou na casa de Schwartz em Santa Monica, e June espantou-se em ouvir uma ínconfundível voz pedir para falar com Jordie. Maís tarde, ela declarou que Jackson perguntara se Jordan gostaria de visitá-lo no condomínio Century City, mas disse que não havia deixado porque o filho estava no meio dos exames finais. Jordan terminava a sétima série na época.
Pessoas próximas a ela, no entanto, alegaram que ela jamais tería recusado tal convíte, uma afírmação que soa verdadeíra, dado o comportamento posterior dela. Michael estava prestes a embarcar em sua turnê mundial com Dangerous, e os dois não se encontraram de novo até quase um ano mais tarde. Enquanto isso, Jackson telefonou diversas vezes a Jordan, do caminho, conversando durante horas às vezes, e a amizade cresceu. Quando indagado a respeito dessas conversas por telefone, Jordan disse que Michael falava frequentemente sobre Neverland e como era divertido para a criançada. Parecia ansiar pelo dia em que o menino pudesse visitar o rancho e ver, com os próprios olhos, o parque de diversões, os videogames, o forte de água e o zoo.
Um mês depois do baile de gala da posse de Clinton, Jackson completou a primeira etapa de sua turnê mundial e voltou à Califórnia. Foí quando Jordan finalmente foi visitar Neverland pela primeira vez. No meio de fevereiro, Jackson mandou uma limusine buscar Jordan, a mãe, e a meia irmã de cinco anos, Uly. A família passou o fim de semana na casa de hóspedes de Michael e divertiu-se como nunca. O destaque foi uma farra de compras numa loja "Toys-R-Us" próxíma, que ficou aberta durante horas para que Jordan e sua irmã pudessem pegar tantos brinquedos quanto quisessem.


_________________
avatar
Raquel M.K.Jackson
Admin
Admin

Mensagens : 794
Pontos : 1432
Data de inscrição : 09/09/2011
Idade : 23
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário http://mjbestofjoy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: [LIVRO] Os últimos anos de Michael Jackson.

Mensagem por Conteúdo patrocinado


Conteúdo patrocinado


Voltar ao Topo Ir em baixo

Página 2 de 3 Anterior  1, 2, 3  Seguinte

Voltar ao Topo


 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum