Entrevista INÉDITA de Michael Jackson com Brett Ratner

Ir em baixo

Entrevista INÉDITA de Michael Jackson com Brett Ratner

Mensagem por Raquel M.K.Jackson em Sab Set 24, 2011 4:15 pm

Entrevista INÉDITA de Michael Jackson com Brett Ratner


Brett : Você tem um mentor ou alguém que o inspirou?

Michael :- Sim, eu tenho. Berry Gordy, Diana Ross, Thomas Edison, Walt Disney, James Brown, Jackie Wilson.

Brett: E o que você aprendeu com eles?

Michael : Eu aprendi muito com eles. De como ser um visionário, como ser criativo, como ser persistente, como ser determinado e jamais desistir.

Brett : Isso é ótimo. Qual foi seu primeiro emprego na indústria da música e como você o conseguiu?

Michael : Primeiro emprego? Eu não lembro, eu tinha mais ou menos seis anos de idade.

Brett : A primeira vez...

Michael :No ? Lucky's (não entendi o primeiro nome do clube), eu acho que era um clube. Nós tocamos lá.

Brett : Mas como você conseguiu o emprego?

Michael : Não sei, meu pai conseguiu. Eu era muito pequeno.

Brett : Quando as coisas começaram a dar certo e qual a primeira coisa que aconteceu com você?

Michael Acho que foi quando assinamos um contrato com a Motown. Tivemos uma audição em Detroit. E Berry Gordy convidou todas as nossas estrelas favoritas para assistir estas crianças que vieram de uma cidadezinha em Indiana, Diana Ross, Lucky Robinson & The Miracles, The Temptations, Stevie Wonder, todos estavam lá. E foi perto de sua piscina interna, nesta mansão gigante com mármore por tudo quanto era lugar. Nós tocamos e eles enlouqueceram, eles amaram. E eles falaram: "Garotos, vamos assinar o contrato".

Brett Sério?

Michael : Sim.

Brett : E você se lembra daquele dia?

Michael Ah, eu lembro...

Brett Certo, e que elementos do seu trabalho te fazem querer ir trabalhar todo dia?

Michael Eu quero trabalhar todo dia. Só a idéia de criar... Pegar uma tela em branco e pintar, colorir, criar mundos. Eu amo esta idéia em qualquer coisa. E como as pessoas enxergam e como elas são inspiradas depois de ver.

Brett Que qualidades te fizeram chegar a onde você está hoje?

Michael Fé e determinação... Prática.

Brett Prática faz a perfeição. Certo, o que você faria de diferente em sua carreira se soubesse naquela época o que você sabe agora?

Michael O que eu faria diferente? Hm, deixe-me ver...

Brett Se você soubesse o que sabe agora.

Michael Sim, eu sei... Pratique mais.

Brett Praticar mais?

Michael Eu pratico muito.

Brett Você pratica muito mesmo. Mas você acha que devia ter praticado mais? Certo. Qual foi a maior lição que você aprendeu?

Michael Não confiar em todo mundo. Não confiar em todo mundo na indústria da música. Há muitos tubarões e gravadoras que roubam, traem. E está na hora dos artistas irem contra isso, porque eles totalmente se aproveitam. Eles esquecem que é o artista que faz a gravadora e não o contrário. Sem o talento a gravadora não seria nada além de equipamentos. Sabe? E é preciso de muito talento, é isso que o público quer ver.

Brett Quais são alguns de seus álbuns favoritos?

Michael Meus álbuns favoritos seriam: Tchaikovsky (não entendi o nome do álbum, sorry gente), Claude Debussy ‘Greatest Hits’ que são ‘Arabesque’, e ‘Afternoon of a Fawn’. Eu amo 'What's Going On' do Marvin Gaye, James Brown ‘Live at The Apollo’, ‘Sound of Music’, eu amo Rogers & Hammerstein. Eu amo muito estes compositores. Há muitos músicos maravilhosos. Muitos compositores bons.

Brett Outros álbuns bons? Contemporâneos?

Michael Álbuns bons... É difícil porque hoje em dia um álbum tem uma ou duas músicas boas. É ruim.

Brett Coisas mais antigas, pode ser Marvin Gaye...

Michael Eu amo tudo que eles fazem. Stevie Wonder é um gênio. Todos, ‘Talking Book’, eu amo ‘Living for the city’, eu esqueci o nome agora. Fantástico. E ‘Songs in the Key of Life’ (Stevie Wonder). Fantástico. E ouvindo a música dele me fez dizer para mim mesmo: eu posso fazer isso e eu posso fazer isso a nível internacional. Sério. E quando os Bee Gees apareceram nos anos 70, foi muito importante pra mim. Eu choro ouvindo as músicas deles. Eu sabia todas as notas, todos os instrumentos.

(Começam a cantar uma música do Bee Gees)

Michael Eu amo essa. Eu amo as músicas deles. Quando eles lançaram “Night Fever’, cara, eu disse: "Eu tenho que fazer isso, tenho que fazer. Eu sei que consigo fazer." E com o Thriller eu comecei a escrever músicas, eu escrevi Billie Jean, escrevi Beat It, WBSS. Comecei a escrever e escrever e era divertido.

Brett Você tinha pôsteres no seu quarto quando crianças?

Michael Sim, da Brooke Shields por todo lugar. Minha irmã ficava com ciúmes e os tirava da parede.

Brett Brooke Shields? Certo. Quais foram os melhores shows que você já viu?

Michael James Brown. Os verdadeiros artistas pra mim.

Brett Foi James Brown onde? Onde você o viu?

Michael Nós íamos até o palco, porque ele se apresentava e nós nos apresentávamos. E eu ficava nas coxias olhando cada passo e movimento que ele fazia.

Brett Em shows de TV?

Michael Não, no Apollo.

Brett No Apollo? E você o via se apresentar?

Michael Sim. Jackie Wilson. Todos...

Brett Jackie Wilson?

Michael Sim. The Temptations e...

Brett Você lembra algum show onde... Oh! Você viu os Temptations também?

Michael Sim.

Brett Teve algum show que você viu que você ficou: "Oh meu Deus"?

Michael James Brown e Jackie Wilson.

Brett Apenas nos shows do James Brown e Jackie Wilson?

Michael Me fizeram chorar.

Brett No Apollo?

Michael É. Fizeram-me chorar. Nunca tinha visto algo assim. Aquela emoção, aquele calor, era como se estivessem em outro nível espiritual. Eles pareciam estar em transe. E eles tinham a platéia na palma da mão e eu amava como eles conseguiam os controlar daquele jeito. Aquele poder. E você os via e eles tinham lágrimas rolando no rosto. Eles entram totalmente no clima.

Brett Quais são algumas de suas músicas favoritas?

Michael Melhores músicas de todas?

Brett Sim...

Michael Eu amo Burt Bacharach, qualquer uma da Motown, Beatles, que seria ‘Yesterday’, qualquer uma das Supremes, todas as músicas delas são ótimas. Os anos 60 trouxeram as melhores melodias de todos os tempos. Peter Paul and Mary, sabe... Toda essa gente. The Mamas and the Papas, eles são ótimos. Os mais simples são os melhores, eu acho. Eu amo ‘Alfie’, é tão lindo. Também têm filmes, tantos filmes ótimos.

Brett Diga alguma coisa que possa ajudar alguém que queira entrar na indústria musical.

Michael Acredite em você mesmo. Estude os grandes e se torne ainda maior.

Brett Que nem você disse antes. Você disse mais uma coisa. O que você disse?

Michael Não importa o que aconteça, eu não me importo se o mundo está contra você, te provoque você tem que acreditar em você mesmo. Não importa o que aconteça. Alguns dos maiores homens que deixaram seu marco neste mundo foram tratados desta forma. “Você não vai conseguir. Não vai chegar a lugar algum”. Eles riram dos irmãos Wright, eles riram de Thomas Edison, eles riram de Walt Disney, fizeram brincadeiras dizendo que ele era ignorante, não tinha o diploma do colégio porque ele saiu da escola. Disney largou a escola. Ele teve que ir a justiça para provar sua inteligência.

Brett Sério?

Michael Sim. Estes são homens que moldaram e mudaram nossa cultura. Mudaram a forma que vivemos, a forma com que fazemos as coisas. Eu acho que Deus plantou suas sementes através das pessoas. Eu sou uma, você é uma, para trazer alguma benção ao mundo. Alguma alegria, alguma mágica. Se não fosse assim, como seria o mundo? Como nós seriamos? Seria um mundo totalmente diferente pra mim. Eu amo entretenimento, e a minha favorita são filmes. Eu amo o poder e a magia dos filmes. É a forma de arte mais expressiva. Eu acho que toca a alma: música e filmes. É quase como religião. Nós entramos no cinema uma pessoa e saímos outra. O efeito que tem sobre você, é poderoso. É poderoso, cara. Eu amo. Eu amo isso. Voce consegue os cativar...

Brett Faz com que eles se sintam de certa forma...

Michael É.

Brett E se relaciona com eles.

Michael É, é. E eles vivem isso. Eles fazem parte disso.

Brett A experiência de assistir um filme afeta a vida deles.

Michael Sim, muda.

Brett Eu lembro que assisti Star Wars quando eu tinha 11 anos, é uma experiência diferente para Paris ou Prince verem. Sabe? É incrível. É o mesmo filme, mas o momento, e a idade que você assiste, e o que está acontecendo no mundo, e é a primeira vez que você vê algo assim. Te afeta. É como cantar ou ouvir uma música. Ou ver um artista se apresentar. Ver James Brown e aquele momento de lágrimas saindo de seus olhos. É diferente.

Michael Não consigo te dizer o quão incrível foi. E eu amo os grandes artistas, os grandes “showmans”, os grandes contadores de historia. Apenas assisti-los, você fica encantado. Você está lá e está amando.

Brett Frank Sinatra.

Michael É, é. Estes caras são ótimos. Eu amo eles todos. É mágica. É mágica de verdade.

Brett E que tal James Brown na Hot Tub?

Michael : (Risos) __________________

traduçao feita por julita da beats



fonte :beats

_________________
avatar
Raquel M.K.Jackson
Admin
Admin

Mensagens : 794
Pontos : 1432
Data de inscrição : 09/09/2011
Idade : 23
Localização : são paulo

Ver perfil do usuário http://mjbestofjoy.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Re: Entrevista INÉDITA de Michael Jackson com Brett Ratner

Mensagem por Superfly Sister em Sab Set 24, 2011 5:51 pm

eu vivo com a música de bee gees na cabeça akela música deles "alone" é muito massa ouvem só.


eu amei a entrevista muito massa Mike sempre será a minha inpiração em exatamente tudo


avatar
Superfly Sister
Admin
Admin

Mensagens : 1088
Pontos : 1517
Data de inscrição : 07/09/2011
Idade : 24
Localização : Neverland

Ver perfil do usuário http://youaremylife.forumeiros.com

Voltar ao Topo Ir em baixo

Voltar ao Topo

- Tópicos similares

 
Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum